Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Bancos escapam de lista negra

O Parlamento de Liechtenstein - foto - debate leis contra lavagem de dinheiro.

(Keystone)

Grupo criado pelo G7 - grupo dos 7 países mais industrializados - publica lista de 15 países pouco cooperativos no combate à lavagem de dinheiro. Denuncia a atitude de Liechtenstein, mas exclui a Suíça dessa lista negra.

Essa lista, esperada há bastante tempo foi elaborada pelo chamado Grupo de Ação Financeira Internacional - GAFI - sobre Lavagem de Dinheiro, criado em 1999 pelo G7. O Grupo de Ação reúne 26 países ricos entre os quais a Suíça.

Havia receio de que justamente a Suíça figurasse no rol dos países que cooperam insuficientemente no combate à lavagem de dinheiro. Mas o país escapou. Como escapou também o Principado de Mônaco que ainda quarta-feira, dia 21, foi acusado por um grupo parlamentar francês como sendo propício à lavagem de dinheiro.

Já o Principado de Liechtenstein - que vem sendo criticado nas últimas semanas e onde a justiça apura possível envolvimento de altas autoridadades nesse tipo de crime de colarinho branco - figura em destaque na lista negra.

Outros centros financeiros denunciados são: Bahamas, Ilhas Caimãs, Dominica
Ilhas Cook, Israel, Líbano, Ilhas Marshall, Nauru, Niue, Panamá, Filipinas, Rússia, Saint Kitts e Nevis, San Vicente e Grenadinas.

swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.