Navigation

"Fundos suspeitos" da Venezuela emergem em bancos suíços

Uma equipe formada por policiais e um promotor público de Zurique conseguiu identificar movimentos suspeitos de fundos no valor de cerca de 9 bilhões de francos. © Keystone / Gaetan Bally

Autoridades suíças encontraram cerca de CHF9 bilhões (US$ 10 bilhões) ligados à Venezuela em centenas de contas bancárias na Suíça, relata o jornal dominical Le Matin Dimanche.

Este conteúdo foi publicado em 18. janeiro 2021 - 15:42
Keystone-SDA/SMD/SonntagsZeitung/ilj

O jornal afirma que isso faz da Venezuela "a maior fonte de fundos suspeitos nos bancos suíços".

As movimentações foram confirmadas por uma série de investigações abertas em Zurique em setembro de 2019. Uma versão do artigo também aparece online no jornal de língua alemã SonntagsZeitungLink externo.

O Le Matin DimancheLink externo disse que o dinheiro provinha de fundos públicos desviados na Venezuela e citou um porta-voz da polícia de Zurique dizendo que o dinheiro tinha sido espalhado por centenas de contas em cerca de 30 bancos.
Isto significaria que um em cada oito bancos suíços estaria envolvido, disse o jornal.

O Ministério Público de Zurique não respondeu imediatamente aos pedidos de comentáriosLink externo.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.