Navigation

Credit Suisse ignorou mais de 100 'alertas vermelhos', diz regulador

Keystone / Urs Flueeler

Um relatório da agência reguladora do mercado financeiro suíço FINMA alega que o banco ignorou mais de 100 avisos de possível violação dos regulamentos. 

Este conteúdo foi publicado em 17. maio 2021 - 10:41
Keystone-SDA/ac

No domingo, o jornal NZZ am Sonntag relatou que a direção do Credit Suisse havia negligenciado violações de regulamentos durante anos e que o banco lidera a lista de instituições investigadas pela FINMA neste momento. 

Nos últimos anos, a FINMA iniciou cinco processos contra o banco para remediar estas omissões. Os casos mais recentes dizem respeito aos bilhões perdidos através dos fundos Greensill e Archegos. Também estão em curso investigações sobre lavagem de dinheiro e espionagem corporativa. Um relatório mostra que o Credit Suisse ignorou mais de 100 alertas vermelhos no total.

O jornal SonntagsBlick destacou um dessas alarmes por volta da época em que Urs Rohner era chefe do conselho de administração. Trata-se de um consultor de clientes que administrava os fundos de milionários da Europa do Leste que rendiam ao banco cerca de CHF 25 milhões de francos por ano. De acordo com o SonntagsBlick, ele teria investido os ativos de seus clientes em aplicações de alto risco sem seu conhecimento, falsificado documentos e forrado seus próprios bolsos no processo. Apesar dos avisos, ele supostamente continuou a trabalhar para o banco e só foi demitido em 2015 após especulações maciças.

O jornal SonntagsZeitung escreveu que as pesadas perdas do banco também têm conseqüências políticas. A questão do Credit Suisse está na agenda do comitê econômico da Câmara dos Deputados na próxima semana. O principal tema de discussão será se e como a regulamentação dos grandes bancos deve ser reforçada. A maior necessidade de ação é na área de gestão de risco, onde existem claras lacunas. Um membro da FINMA também estará presente para responder a perguntas.


 

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?