Navigation

Empresas estrangeiras criaram mais empregos na Suíça, apesar da pandemia

A Suíça continua sendo um destino atraente para empresas estrangeiras © Keystone / Peter Klaunzer

A Suíça continua sendo um local atraente para as empresas estrangeiras, criando mais empregos no ano passado do que em 2019 - apesar dos efeitos econômicos da pandemia do coronavírus, informou a televisão pública suíça SRF (em alemão) e a RTS (em francês).

Este conteúdo foi publicado em 09. abril 2021 - 17:12
SRF/RTS/ilj

As empresas estrangeiras geraram 11% mais empregos em 2020, elevando o total para quase 1.200, mesmo que o número total de empresas que se mudaram para o país tenha caído (9%), disse a SRFLink externo. Durante os próximos três anos, espera-se que elas impulsionem a criação de 3.500 empregos.

"A força de trabalho é muito qualificada, a tributação é favorável e a Suíça está no meio da Europa", disse Jim Fitzgerald, diretor da Tiffin Metal Link externo na Suíça.

A empresa, que fabrica soluções metálicas customizadas para uma ampla gama de indústrias, decidiu abrir sua primeira filial fora dos EUA em Schmitten, no cantão de Fribourg.

Estabilidade

Esses números aparecem em uma época de aflições econômicas globais em geral provocadas pela pandemia do coronavírus. A economia da Suíça encolheu 2,9% no ano passado como resultado da Covid-19, a pior contração anual desde o rescaldo da crise do petróleo em 1975. Mas as autoridades estão otimistas de que a economia suíça se recuperará.

Patrick Wermelinger, da Switzerland Global Enterprise, a agência suíça de promoção das exportações, disse que a estabilidade suíça desempenhou um papel importante.

Em um ano de crise, estabilidade, planejamento a longo prazo e segurança econômica desempenham um papel ainda mais importante. Isto joga a favor da Suíça. Mas ficamos surpresos com a quantidade de novos empregos que foram criados", disse ele à SRF.

Empresas da China, dos EUA e da Alemanha foram as que mais empregos criaram.

A Suíça é também um dos poucos países que atraíram mais investimentos estrangeiros em 2020, de acordo com a SRF. Somente a Irlanda atraiu mais, constatou o boletim fDi Markets do jornal inglês Financial Times.


Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.