Suíça quer impulsionar turismo de saúde

O órgão de promoção do turismo da Suíça planeja lançar no próximo ano uma ofensiva destinada a atrair hóspedes para os centros de bem-estar e spa do país.

Este conteúdo foi publicado em 29. outubro 2019 - 09:30
A indústria do turismo espera aumentar as vendas anuais para 245 milhões de francos até 2022 © Keystone/Gaetan Bally

A Suíça Turismo anunciou na segunda-feira (28) parcerias com cerca de 20 clínicas como parte de sua campanha para promover o turismo de saúde.

Em um primeiro passo, a campanha foca turistas da China, Rússia e países do Golfo Pérsico e poderia beneficiar toda a indústria do turismo, de acordo com o órgão.

A campanha destaca o know-how médico, a infraestrutura e o ambiente natural que "fazem da Suíça um destino atraente para uma grande variedade de turistas de saúde".

Os dados mais recentes de 2017 mostram que quase 36 mil estrangeiros vieram à Suíça para tratamento em hospitais e clínicas.

Estima-se que os gastos com diárias, viagens e alimentação gerem um valor de CHF196 milhões ($196 milhões) anualmente. Especialistas esperam um aumento de 25% nas vendas até 2022.


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo