Navigation

Papa inaugura caserna da Guarda Suíça

Juramento de um soldado da Guarda Suíça. Keystone/AP Photo/Andrew Medichini

O papa Francisco inaugura o novo centro de comando da Guarda Suíça no Vaticano. Cerca de 100 soldados suíços protegem atualmente o Pontífice.

Este conteúdo foi publicado em 26. setembro 2017 - 13:25
swissinfo.ch/fh

No discurso, o Papa disse que o trabalho da tropa era uma expressão do sentido de solidariedade que caracteriza a presença de católicos na sociedade.

"Através da sua atuação vocês são testemunhos dos ideais do Evangelho. Na Suíça vocês são um exemplo de solidariedade e compaixão", afirmou o líder da Igreja Católica. Os católicos romanos representam cerca de 38% da população suiça. Desde 1506, soldados suíços estão estacionados perto de Roma para proteger o Papa e seu palácio.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.