Navigation

Forum debate coordenação de ajuda humanitária

Sérgio Vieira de Mello - foto arquivo - é um dos participantes... Keystone

Representantes de 52 países participam na cidade suíça de Friburgo, de forum internacional, organizado pela ONU e pela Suíça, destinado a pôr ordem na ajuda humanitária em casos de crise e desastres naturais na Europa e nos países do ex-bloco soviético.

Este conteúdo foi publicado em 16. junho 2000 - 10:35

Na quinta e sexta-feira, 15/16 de junho, ministros de 52 países, incluindo os do Programa da Parceria para a Paz, da OTAN - a aliança militar ocidental - procuram coordenar a gestão de crises humanitárias e de desastres naturais na Europa e nos países da ex-União Soviética.

O objetivo é acabar com desperdício de forças e de meios financeiros por ocasião de catástrofes graves: naturais, industrias, em áreas de crise ou em guerra.

Recursos não parecem faltar, mas nos últimos tempos a balbúrdia nessa área tem sido total. Exemplos ainda bem presentes na memória: o conflito de Kosovo, o terremoto na Turquia ou o desastre ecológico que resultou em grave poluição do rio Danúbio.

O Forum de Friburgo pretende ser um passo importante "na gestão e na promoção", como enfatizou um dos principais participantes, o brasileiro Sérgio Vieira de Mello, subsecretáro da ONU para Questões Humanitárias. (Atualmente ele exerce o cargo de administrador da ONU em Timor Leste).

Será difícil em dois dias elaborar o que se denomina "uma plataforma comum de ação". Mas é pelo menos uma tentativa e uma nova etapa no sentido de coordenar ajuda às vítimas.

Em 1999 regbistraram-se 75 catástrofes naturais e industriais que atingiram 500 milhões de pessoas no mundo. A Europa foi particularmente atingida.

swissinfo com agências.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?