Navigation

Fronteira entre Suíça e França será mais protegida

A Ministra suíça Ruth Metzler e o Ministro do Interior da França Daniel Vaillant Keystone

Suíça e França criam o Centro de Cooperação Policial e Alfandegário (CCPD), para combater o crime na fronteira entre os dois países.

Este conteúdo foi publicado em 29. janeiro 2002 - 22:32

O protocolo de abertura foi assinado em Genebra pela Ministra da Justiça e Polícia , Ruth Metzler, a mais nova ministra suíça, e pelo Ministro do Interior da França, Daniel Vaillant. O centro será aberto em meados do ano e terá sua base no Aeroporto de Genebra.

Burocracia
Para Ruth Metzler o novo centro fortalecerá a cooperação já existente entre Suíça e França. "Muitas vezes, a troca de informações entre polícia e alfândega dos dois países é lenta devido a obstáculos jurídicos e administrativos", afirmou Metzler à swissinfo.

Um telefonema
Uma das vantagens será a maior facilidade para perseguir suspeitos depois de cruzarem a fronteira. Uma ligação ao CCPD será suficiene para as duas polícias entrarem em ação conjunta.

Importante esclarecer que não será permitido, no entanto, efetuar prisões dentro do território vizinho. Outro aspecto interessante será o livre acesso a arquivos para as duas polícias.

Gangues
A idéia de implementar esse novo centro surgiu em 1998, quando gangues de Lyon começaram a praticar delitos em se dirigir à Genebra. Para eles, Genebra é como "um grande supermercado" comentou um policial.

A decisão final de criá-lo foi em 2000, quando um guarda suíço da fronteira, foi morto.

Uma tendência
O novo centro funcionará 24 horas por dia e contará com 40 policiais suíços e franceses. Um segundo centro já está em construção em Chiasso, para facilitar a cooperação entre Suíça e Itália.

swissinfo com agências

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?