Navigation

Mais de 100 mil suíços do estrangeiro votam

A introdução do voto eletrônico poderia aumentar ainda mais o número de eleitores no estrangeiro. Keystone

Pela primeira vez, o número de suíços do estrangeiro que exercem seus direitos políticos ultrapassou a marca dos 100 mil.

Este conteúdo foi publicado em 09. fevereiro 2006 - 17:01

Por outro lado, a última edição da estatística dos suíços do estrangeiro indica que há mais de 630 mil expatriados.

No final do ano passado, exatamente 105.212 suíços do estrangeiro estavam inscritos no registro eleitoral de uma comuna suíça, a fim de exercerem o direito de voto e de elegilibilidade. O crescimento foi de mais de 10% desde o final de 2004, o que equivale a 10 mil cidadãos.

Atualmente 21,69% dos 485.104 suíços do estrangeiro em idade de votar exercem seus direitos políticos. "Estamos muito contentes porque incentivamos essas pessoas a se inscreverem há bastante tempo", afirma o porta-voz da Organização dos Suíços do Estrangeiro (OSE), Marc Demierre.

O peso das relações com a Europa

«O ano passado foi interessante politicamente para os suíços do estrangeiro porque houve duas votações acerca dos acordos bilaterais com a Europa e isso influenciou", acrescenta Marc Demierre.

Tornando-se uma força de mais de 100 mil eleitores, a chamada 5a Suíça passa a ter um certo peso político. "Um grupo de menos de 100 mil eleitores não tem muito interesse para os políticos mas as coisas agora começam a mudar, principalmente com vistas às eleições federais do ano que vem", admite o porta-voz da OSE.

Mas como votam os expatriados suíços? "Todos têm sua própria opinião, constata Marc Demierre. Unicamente nos casos de problemas específicos, por exemplo as relações da Suíça com a União Européia, constatamos uma convergência de pontos de vista - no caso, favorável a uma aproximação com a UE".

A França e as mulheres lideram!

Segundo a estatística anual, 634.216 suíços viviam no estrangeiro no final de 2005, ou seja, um crescimento de 11.159 pessoas (+1,8%) em relação a dezembro de 2004.

A maior parte dos suíços expatriados vivem nos países da União Européia (383.548, ou seja, 60,47%). A maior comunidade está na França (169.437) seguida pela Alemanha, Itália, Grã-Bretanha, Espanha e Áustria.

Fora da Europa, as comunidades suíças mais numerosas estão nos Estados Unidos (71.773), Canadá, Austrália, Argentina, Brasil, Israel e África do Sul.

A estatística revela ainda que 58,35% dos cidadãos suíços adultos no estrangeiro são mulheres (ou seja, 283.105 pessoas). Os homens são 201.999 (41,65%), enquanto 23% dos suíços do estrangeiro têm menos de 18 anos.

71,2% dos suíços do estrangeiro possuem dupla nacionalidade.

swissinfo

Breves

- A estatística dos suíços do estrangeiro é publicada uma vez por ano. Ela indica o número de suíços registrados juntos às representações diplomáticas.

- Desde 1992, os suíços do estrangeiro podem exercer seus direitos políticos no plano federal, votando por correspondência.

- No final do ano passado, 21,69% dos suíços do estrangeiro em idade de votar estavam inscritos como eleitores.

- Desde 1° de janeiro de 2000, a nova Constituição Federal menciona os suíços do estrangeiro no art. 40.

End of insertion

Fatos

Evolução da presença suíça no estrangeiro em dados aproximativos, segundo o Dicionário Histórico da Suíça:
1850: 50'000
1895: 330'000
1914: 380'000
Dados da estatística dos suíços do estrangeiro:
1990: 450'000
2003: 612'562
2004: 623'057
2005: 634'216

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?