Navigation

Medo de antraz é desnecessário, afirma OMS

A demanda de antióticos é enorme nos Estados Unidos Keystone

Em Genebra, a OMS alerta para vigilância sem pânico diante do crescente medo de antraz no mundo, inclusive na Suíça.

Este conteúdo foi publicado em 17. outubro 2001 - 13:06

A suspeita de bioterrorismo com a propagação de antraz ou carbúnculo (doença infecciosa, fatal ao gado bovino e carneiros e transmissível ao homem) tem se alastrado dos Estados Unidos a outros países do mundo, em particular à Europa. Na Suíça 2 pessoas receberam correspondência com pó branco, portanto suspeita. Mas antes dos resultados de laboratório não é possível determinar se se trata de antraz.

A doença não é contagiosa

Iain Simpson, porta-voz da Organização Mundial de Saúde, OMS, sediada em Genebra, disse a swissinfo que médicos na Europa e nos Estados Unidos dispõem de toda informação necessária para detectar eventual caso de antraz. E realçou: "As pessoas estão ficando com receio desnecessariamente. O mais importante é lembrar que não se trata de enfermidade contagiosa".

Detectados rapidamente, os vários tipos de antraz podem ser tratados rapidamente com antibióticos. O problema é que caso mais perigoso, o que atingiu uma pessoa na Flórida nos Estados Unidos e foi fatal, pode ser confundido inicialmente com um resfriado.

Segundo Simpson, as pessoas deviam consultar um médico antes de comprar antibióticos. Nos Estadso Unidos, tem sido enorme a demanda de um dos medicamentos do gênero mais conhecidos - o ciproflaxin.

Suíça não precisa preocupar-se

Martin Guetler, da Divisão de Saúde do Cantão de Basiléia, disse que a questão é levada a sério na Suíça, depois de casos suspeitos ocorridos na região. Mas acha ser "mínima" a possibilidade de antraz na Suíça.

Aconselha porém às pessoas que receberem correspondência suspeita, tomarem algumas precauções: "Não abrir ou sacudir a carta e lavar as mãos com sabão imediatamente depois de pegar no envelope. Mas se abrir e o pó escapar, mudar de roupa, coloá-las num container ao ar livre ou saco de plástico e tomar banho".

Na Suíça funciona um telefone especial para informações sobre a questão. Foi instalado dia 11 de outubro (033 - 228 16 29). Vem recebendo uma média de 200 chamadas por dia. A maioria de pessoas que pretende viajar para os Estados Unidos.

Até agora apenas nos Estados Unidos continuam sendo o único país com casos confirmados de antraz.

swissinfo com agências.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?