Navigation

Novo dispositivo para prever ataques epilépticos

Uma empresa de pesquisa médica suíça desenvolveu um dispositivo que pode reconhecer os ataques epiléticos antes que eles aconteçam. (SRF/swissinfo.ch)

Este conteúdo foi publicado em 29. abril 2015 - 11:00

O protótipo foi apresentado no fórum internacional do cérebro, em Lausanne, organizado em conjunto com a Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL).

Cientistas, líderes empresariais e políticos se reuniram para discutir soluções tecnológicas inovadoras, dispositivos médicos e medicamentos para melhorar as funções cerebrais e tratar o crescente número de distúrbios neurológicos como a epilepsia.

As crises de epilepsia podem estar relacionadas a uma lesão cerebral ou uma tendência familiar, mas muitas vezes a causa é completamente desconhecida. Os sinais eléctricos que produzem os sintomas ocorrem no cérebro e causam convulsões repetitivas não provocadas. A localização desse evento, quanto do cérebro é afetado e quanto tempo dura determina o caráter de uma convulsão.

O dispositivo desenvolvido pela empresa NeuroPro, baseada em Zurique, não só ajuda a prever convulsões, mas pode também ser utilizado no diagnóstico da epilepsia.

Os testes clínicos serão realizados logo, e o dispositivo pode estar à venda no prazo de dois anos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.