Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Special Olympics Uma equipe de futebol diferente

Não são os Paraolímpicos, são os outros J.O. para atletas diferentes. De 25 de julho a 2 de agosto, Los Angeles acolhe mais 7.000 esportistas de 117 países, todos em situação de deficiência mental, para os Special Olympics. Entre eles está a equipe de futebol feminino.

 

O movimento partiu dos Estados Unidos nos anos 1960. Eunice Kennedy Shriver, irmã  de John e de Robert Kennedy, marcada pelo destino trágico da irmã Rosemary, que ficou deficiente mental depois de uma operação no cérebro, é a fundadora. Ela começa organizando campos esportivos para deficientes mentais e, em 1968 ocorrem os primeiros   «Special OlympicsLink externo» em Chicago, para quase 1.000 atletas americanos e canadenses que se enfrentam em natação, atletismo e hóquei em sala.

O movimento chega na Suíça 20anos mais tarde e a primeira delegação a cruz branca vai aos Jogos de Minneapolis em 1991. Para Los Angeles 2015, elas e eles serão 70 suíços em 12 esportes atletismo, ciclismo, equitação ou futebol. Entre esses atletas estão dez mulheres de 24 a 38 anos que formam a “Nati”, seleção suíça de futebol. Antes de entrar nos gramados americanos, elas estavam recentemente na pequena comuna de Fislisbach para um fim de semana esportivo.

(Imagens e texto: Stephanie Borcard, Nicolas Metraux).

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.