Navigation

Parlamento rejeita imposto sobre ganhos de capital

Eleitores poderão decidir a criação ou não do imposto sobre ganhos de capital swissinfo.ch

Depois da Câmara, o Senado rejeitou sexta-feira (08.6) proposta da USS, principal central sindical do país, de criar um novo imposto. O governo também é contra mas a decisão final poderá ser tomada em voto popular.

Este conteúdo foi publicado em 08. junho 2001 - 17:39

A proposta da União Sindical Suíça é criar um imposto sobre os ganhos de capital, única fonte de renda não taxada na Suíça. Nos cálculos da USS, o novo imposto arrecadaria entre 400 milhões e 1 bilhão de francos suíços por ano, dependendo da conjuntura na Bolsa de Valores.

A proposta foi debatida no Parlamento e o governo tomou posição porque foi apresentada na forma de iniciativa popular (com mais de 100 mil assinaturas). Mesmo rejeitada pela Parlamento, se a USS não retirar a proposta, ela será submetida ao voto popular.

O governo é contra e o ministro das Finanças, Gaspar Villiger, foi ao plenário do Senado, sexta-feira, pedir a rejeição da proposta. Nos cálculos do governo e dos adversário da iniciativa, a receita do novo imposto seria bem inferior ao cálculo da USS e colocaria em perigo a competitividade de certas empresas suíças, cujas ações se tornariam menos atrativas para os investidores, devido justamente o imposto.

Villiger também afirmou no Senado que a Suíça seria o único país a taxar a fortuna e os ganhos de capital. A proposta já havia sido rejeitada pela Câmara.

swissinfo com agências

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?