Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - Abdullah Abdullah, o principal representante da oposição ao presidente afegão Hamid Karzai, decidiu retirar sua candidatura do segundo turno das eleições em 7 de novembro, informou o New York Times neste sábado.
Com um comunicado de Cabul, veiculado no website, o jornal reproduziu a declaração de diplomatas ocidentais e de pessoas próximas a Abdullah dizendo que o ex-ministro das Relações Exteriores iria anunciar sua decisão no domingo.
A decisão, se confirmada, vai efetivamente dar a Karzai seu segundo mandato de cinco anos.
O Departamento de Estado norte-americano não comentou o assunto.
Abdullah ficou em segundo lugar na votação do dia 20 de agosto, atrás de Karzai. Mas as eleições foram desacreditadas após a Organização das Nações Unidas rejeitar cerca de um milhão de votos, um terço do total de Karzai, sob a acusação de que seriam falsas.
O presidente norte-americano, Barack Obama, teve uma série de encontros para decidir a política dos Estados Unidos em relação ao Afeganistão diante da crescente campanha do Taliban e do aumento do número de mortos nas tropas norte-americanas na guerra de oito anos.
Obama tem que decidir se vai concordar com o pedido do alto comando militar do Exército norte-americano no Afeganistão para o envio de mais milhares de militares para o país.

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters