Navigation

Ataque rebelde mata 3 militares da Ucrânia

Este conteúdo foi publicado em 28. junho 2014 - 18:14

KIEV (Reuters) - Três membros das forças armadas da Ucrânia foram mortos neste sábado, quando separatistas pró-russos atacaram seu posto perto da cidade oriental de Slaviansk, disse um porta-voz militar.

O ataque no posto ocupado por membros da "operação antiterrorista" do governo ocorreu apesar de um cessar-fogo, que foi prorrogado pelo governo na sexta até a noite de segunda-feira.

"Como resultado das ataques (dos rebeldes) no posto perto de Slaviansk, três membros das forças ucranianas foram mortos e um quarto ficou ferido", disse o porta-voz Oleksiy Dmitrashkovsky, citado pela agência de notícias Interfax.

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, anunciou a extensão do cessar-fogo na sexta-feira à noite, em parte pelo pedido de alguns líderes europeus, depois de voltar para Kiev de uma cúpula da União Europeia em Bruxelas, onde assinou um pacto de livre comércio.

(Por Richard Balmforth)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.