Navigation

Aviões ucranianos atacam rebeldes após lançamento de míssil

Este conteúdo foi publicado em 12. julho 2014 - 14:51

By Richard Balmforth and Natalia Zinets

Kiev 12 Jul (Reuters) - Aviões de guerra ucranianos bombardearam neste sábado separatistas em um amplo fronte, causando grandes perdas a esses grupos, anunciou Kiev, depois de o presidente Petro Poroshenko ter dito que muitos pagariam em decorrência de um ataque com míssil contra as forças ucranianas.

Em atos que marcaram o aumento da violência no conflito que já dura três meses, aviões atacaram o “epicentro” da batalha contra os rebeldes perto da fronteira com a Rússia, disse um porta-voz militar.

Os aviões tinham como alvo posições onde os separatistas usaram mísseis Grad para bombardear, na sexta-feira, brigadas motorizadas do Exército, matando 23 soldados.

Aviões também atingiram alvos perto de Donetsk, a principal cidade do Leste onde os rebeldes se infiltraram. Os ataques destruíram uma poderosa base de combatentes perto de Dzerzhinsk, afirmou Andriy Lysenko, porta-voz da “operação antiterrorista”.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.