Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Barcos lotados navegam no rio Buriganga, em Daca. 27/07/2014 REUTERS/Andrew Biraj

(reuters_tickers)

Por Serajul Quadir

DACA (Reuters) - Um barco com cerca de 200 pessoas a bordo virou nesta segunda-feira no rio Padma, ao sudoeste da capital de Bangladesh, Daca, e equipes de resgate conseguiram resgatar metade delas, disse um chefe distrital do governo. 

O vice-comissário do distrito de Munshiganj, Mohammad Saiful Hasan Badal, disse que cerca de 100 passageiros haviam sido retirados a salvo da embarcação. Não foram confirmadas mortes até o momentos.

Equipes da autoridade aquaviária de Bangladesh, dos bombeiros e do Exército estavam envolvidas na operação de resgate, a 30 quilômetros ao sudoeste da capital. 

“A maioria dos passageiros estava voltando da cidade para casa após celebrar o (feriado de) Eid-al Fitr”, disse Saiful à Reuters, referindo-se à época que marca o fim do mês sagrado do Ramadã.

Um acidente semelhante aconteceu em maio, quando 54 corpos foram recuperados de uma embarcação que naufragou com cerca de 200 pessoas a bordo.

Bangladesh, que possui extensas vias de transporte em rios e fracos padrões de segurança, tem um histórico preocupante de acidentes de barcos.

A superlotação é um fator comum em muitos dos acidentes e cada vez que um acontece, o governo promete regulações mais rígidas. 

Em março de 2012, uma balsa afundou próxima ao mesmo local desse último acidente, resultado em 145 pessoas mortas. 

Reuters