Navigation

Emirates diz que avião com destino à Ucrânia voltou a Dubai

Este conteúdo foi publicado em 17. julho 2014 - 20:07

DUBAI (Reuters) - A Emirates Airline informou que o seu voo EK171 com destino a Kiev voltou para Dubai nesta quinta-feira devido preocupações com a segurança, após um avião de passageiros da Malásia ter sido abatido na Ucrânia, e que todos os voos para Kiev foram suspensos com efeito imediato.

A companhia aérea afirmou que a proibição de voos para Kiev permanecerá em vigor até novo aviso. "A segurança de nossos clientes e da tripulação é fundamental, e vamos continuar a monitorar a situação com cuidado", disse em um comunicado.

A Emirates também afirmou que voos de e para os Estados Unidos e outros destinos europeus seguiram uma rota diferente e não passaram sobre a área onde o avião da Malásia caiu.

(Reportagem de Praveen Menon)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.