Navigation

Exército do Paquistão diz que 28 militantes foram mortos em ataques aéreos

Este conteúdo foi publicado em 20. julho 2014 - 19:27

BANNU Paquistão (Reuters) - O exército paquistanês disse ter matado 28 militantes locais e estrangeiros em ataques aéreos na volátil região noroeste do país neste domingo, enquanto surgiam evidências de que civis morreram em ataques anteriores.

O bombardeio ocorreu no vale Shawal de florestas densas, disseram as forças armadas em um comunicado.

O ataque era parte de uma ofensiva que começou no mês passado para afastar o Taliban do reduto no Waziristão do Norte, uma região remota na fronteira com o Afeganistão.

A área foi fortemente bombardeada nos últimos dias.

Moradores dizem que um bombardeio na sexta-feira matou nove mulheres, seis crianças e dois homens civis quando suas casas foram atingidas.

O exército ordenou que toda a população da região evacuasse antes da ofensiva, mas que algumas famílias ficaram para trás por serem muito pobres para pagar a locomoção, ou por terem membros da família doentes ou ainda por não terem imaginado que seus bairros seriam alvos.

(Por Haji Mujtaba)

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?