Navigation

Morales diz a Putin que espera investimento da Rosneft apesar de sanções

O presidente da Bolívia, Evo Morales (à esquerda), conversa com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante uma cúpula dos Brics e da Unasul em Brasília, nesta quarta-feira. 16/07/2014 REUTERS/Sergio Moraes reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 16. julho 2014 - 23:54

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse nesta quarta-feira ao presidente russo, Vladimir Putin, que espera investimentos da petrolífera NK Rosneft OAO, que foi incluída pelos Estados Unidos numa lista de sanções devido à crise na Ucrânia.

Morales, falando durante reunião com Putin em Brasília, disse que a Bolívia está esperando a Rosneft para fazer acordos porque a presença e o investimento da Rússia fortalecem o país.

A Rosneft foi incluída numa lista de empresas sancionadas pelos Estados Unidos, que acusam Moscou de não contribuir para atenuar a crise na Ucrânia.

(Reportagem de Alexei Anishchuk)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.