Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Investigador da Malásia inspeciona local de acidente com voo MH17 da Malaysia na Ucrânia nesta terça-feira. REUTERS/Maxim Zmeyev

(reuters_tickers)

DONETSK Ucrânia (Reuters) - Há ainda restos humanos no local onde um avião de passageiros da Malásia caiu na semana passada no leste da Ucrânia, depois de ser derrubado, disse nesta terça-feira um representante da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE)

"Nós observamos a presença de partes menores de corpos no local", disse um porta-voz da OSCE, Michael Bociurkiw, em entrevista à imprensa na cidade de Donetsk, no leste da Ucrânia, depois que seu grupo inspecionou o local no início do dia.

"Nós não observamos nenhuma atividade de recolhimento (de corpos) no lugar."

Ele afirmou que todos os esforços de recolhimento parecem ter terminado, mas que no local o seu grupo observou um saco plástico com alguns restos humanos deixados para trás, enquanto peritos da Malásia perceberam um cheiro forte indicando a provável presença de mais restos mortais em outro local.

A maior parte dos restos mortais de cerca de 300 vítimas do acidente chegaram em um trem especial na cidade controlada pelo governo de Kharkiv nesta terça-feira e deverão ser levados para a Holanda após identificação inicial.

(Reportagem de Peter Graff)

Reuters