Navigation

Polícia prende 37 suspeitos de sequestro em operação na Nigéria

Este conteúdo foi publicado em 27. junho 2014 - 21:36

ONITSHA, Nigéria (Reuters) - A polícia prendeu 37 pessoas no Estado de Abia, sul da Nigéria, sob suspeita de fazerem parte de uma grande quadrilha de sequestros, disse um porta-voz nesta sexta-feira.

A Nigéria tem um dos maiores índices mundiais de sequestro, um esquema que canaliza centenas de milhões de dólares para as quadrilhas sofisticadas que cometem esses crimes. Os sequestros estão concentrados no sul relativamente próspero da maior economia e principal país produtor de petróleo da África.

O crime tem como alvo principalmente os nigerianos, embora às vezes expatriados também sejam vitimados. Sequestradores na região do Delta do Níger, na Nigéria, sequestraram três cidadãos holandeses em 4 de maio, libertando os reféns uma semana depois.

"A polícia invadiu o esconderijo deles", disse o porta-voz da polícia do Estado de Abia, Geoffrey Ogbonna, à Reuters por mensagem de texto. "Prendemos 37 sequestradores suspeitos e eles ainda estão passando por um triagem enquanto a investigação continua."

(Reportagem de Anamesere Igboeroteonwo)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.