Navigation

Presidente ucraniano apela à ONU para definir rebeldes como terroristas

Este conteúdo foi publicado em 19. julho 2014 - 21:52

KIEV (Reuters) - O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, apelou à Organização das Nações Unidas no sábado para rotular os rebeldes combatendo forças ucranianas nas regiões de Luhansk e Donetsk, no leste do país, como pertencentes a "organizações terroristas".

Durante um telefonema com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o serviço de imprensa de Poroshenko informou: "o presidente da Ucrânia apelou à ONU a condenar as ações de terroristas e reconhecer as chamadas República Popular de Donetsk e República Popular de Luhansk como organizações terroristas".

(Reportagem de Elizabeth Piper)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.