Navigation

Rússia diz que a Ucrânia tem de renovar o cessar-fogo e interromper operação militar

Este conteúdo foi publicado em 01. julho 2014 - 13:02

MOSCOU (Reuters) - A Rússia pediu enfaticamente ao governo ucraniano nesta terça-feira que encerre as operações militares e retome o cessar-fogo no leste da Ucrânia, onde o governo está combatendo uma rebelião separatista pró-Rússia.

"Nós exigimos que as autoridades ucranianas se abstenham de bombardear vilarejos e cidades civis do próprio país e retomem um autêntico, e não um falso, cessar-fogo para salvaguardar as vidas do povo", disse o Ministério de Relações Exteriores em um comunicado.

O Exército da Ucrânia lançou ataques aéreos e ofensivas com artilharia contra os rebeldes nesta terça-feira, disse um porta-voz militar, depois que o presidente Petro Poroshenko disse que não iria renovar o cessar-fogo que expirou na manhã de segunda-feira.

(Reportagem de Katya Golubkova e Gabriela Baczynska)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.