Navigation

Rússia precisa pressionar por paz na Ucrânia, diz Merkel

Chanceler Angela Merkel durante coletiva de imprensa em Berlim . 18/06/2014. REUTERS/Thomas Peter reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. julho 2014 - 12:05

BERLIM (Reuters) - A Rússia precisa reconhecer sua responsabilidade para assegurar os avanços do processo de paz na Ucrânia, onde um cesar-fogo é necessário para investigar a queda de um avião comercial perto da fronteira russa, disse a chanceler alemã, Angela Merkel, nesta sexta-feira.

Há muitas indicações de que o avião foi derrubado, disse ela, e os responsáveis têm de ser levados à Justiça.

"Esses fatos nos mostraram mais uma vez que é necessária uma solução política e, acima de tudo, a Rússia é responsável pelo que está acontecendo na Ucrânia no momento", disse Merkel em uma entrevista à imprensa em Berlim.

Ela acrescentou que estava fazendo "um apelo muito claro ao presidente e governo russo para que contribuam na promoção de uma solução política para a crise".

Uma investigação independente da queda deve começar o mais rápido possível.

O desastre de quinta-feira, no qual morreram todas as 298 pessoas a bordo do Boeing 777 da Malaysian Airlines, poderá ser um momento crucial na pior crise entre a Rússia e o Ocidente desde a Guerra Fria.

Uma autoridade dos Estados Unidos disse que o país suspeita fortemente que o avião foi derrubado pelo disparo de um missil terra-ar sofisticado disparado pelos separatistas ucranianos, apoiado por Moscou.

(Reportagem de Annika Breidthardt)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.