Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

JOHANESBURGO (Reuters) - Um terremoto de magnitude 5,3 atingiu a região central da África do Sul nesta terça-feira, matando ao menos um homem que foi atingido pelo desabamento de um prédio, de acordo com os serviços de emergência.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos informou que o tremor teve epicentro em Orkney, uma cidade a cerca de 120 quilômetros a sudoeste de Johanesburgo, uma área com uma alta concentração de minas de ouro profundas.

"Um dos edifícios desabou sobre um homem que teria cerca de 30 anos... no momento em que os paramédicos chegaram, não havia nada que pudesse ser feito por ele", disse Werner Vermaak, porta-voz do serviço de emergência ER24, à TV local. 

O ER24 e serviços de resgate sul-africanos confirmaram que nenhum mineiro ficou preso no subsolo, aliviando preocupações anteriores com os trabalhadores. 

Funcionários da AngloGold Ashanti, Harmony Gold, Gold Fields e Sibanye Gold disseram ter sentido os tremores em suas sedes, mas até então não haviam recebido relatos de qualquer incidente em suas minas. 

A área em torno de Johanesburgo não é normalmente propensa à atividade sísmica, mas é lar de algumas das mais profundas minas de ouro do mundo.

O terremoto foi o maior da região da África Austral desde um tremor de magnitude 7,0 no Zimbábue, em 2006. 

(Reportagem de Ed Cropley e Joe Brock)

Reuters