Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BRUXELAS (Reuters) - A União Europeia disse nesta sexta-feira que governos da UE estão liberados para enviar armas aos curdos iraquianos que enfrentam militantes islâmicos, desde que tenham a aprovação das autoridades nacionais do Iraque.

Em uma reunião de emergência realizada em Bruxelas, ministros das Relações Exteriores da UE não chegaram a um consenso sobre todos enviarem armas para os curdos iraquianos, mas saudaram a decisão de alguns governos da UE, como o da França, de fazê-lo.

A UE disse que também vai buscar formas de impedir militantes do Estado Islâmico, que tomaram alguns campos de petróleo na Síria e no Iraque, de tirarem proveito da venda de petróleo.

O bloco também pediu por uma investigação rápida sobre os abusos de direitos humanos na Síria e no Iraque, afirmando que alguns podem ser crimes contra a humanidade.

(Reportagem de Adrian Croft)

Reuters