Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LONDRES (Reuters) - Grã-Bretanha e Holanda concordaram neste sábado que a União Europeia vai precisar reavaliar sua postura em relação à Rússia face às evidências de que separatistas ucranianos derrubaram um avião de passageiros da Malásia.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, e seu colega holandês, Mark Rutte, debateram a questão por telefone na tarde deste sábado, informou o gabinete do premiê britânico por meio de comunicado.

“O premiê (Cameron) e o premiê Rutte concordaram que a UE vai precisar reconsiderar sua postura ante a Rússia diante das evidências de que separatistas pró-Rússia derrubaram o avião”, disse o comunicado.

Mais cedo no sábado, a Secretaria de Relações Exteriores britânica afirmou que a Rússia precisa usar sua influência sobre os separatistas ucranianos para melhorar o acesso ao local da queda do avião malaio, acrescentando que convocou o embaixador russo por causa do desastre.

(Reportagem de Costas Pitas)

Reuters