Navigation

União Europeia concorda em adicionar 11 nomes para lista de sanções da Ucrânia

Este conteúdo foi publicado em 09. julho 2014 - 21:23

BRUXELAS (Reuters) - A União Europeia concordou em acrescentar 11 novos nomes na quarta-feira para a lista de pessoas visadas para congelamento de bens e proibição de viajar diante da crise na Ucrânia, sendo que as sanções devem entrar em vigor no sábado, disse um diplomata da UE na quarta-feira.

"A lista é constituída principalmente de separatistas ucranianos, pode haver um ou dois russos lá também", disse o diplomata, após uma reunião de embaixadores da UE que abordaram o assunto.

Os nomes serão publicados no Jornal Oficial da União Europeia nos próximos dias.

Até agora, a UE impôs medidas limitadas, tendo como alvo 61 pessoas na Rússia e na Ucrânia, com congelamento de bens e proibição de viajar, bem como duas empresas de energia na península ucraniana da Crimeia anexada por Moscou no início deste ano.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.