Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BRUXELAS (Reuters) - A União Europeia concordou em acrescentar 11 novos nomes na quarta-feira para a lista de pessoas visadas para congelamento de bens e proibição de viajar diante da crise na Ucrânia, sendo que as sanções devem entrar em vigor no sábado, disse um diplomata da UE na quarta-feira.

"A lista é constituída principalmente de separatistas ucranianos, pode haver um ou dois russos lá também", disse o diplomata, após uma reunião de embaixadores da UE que abordaram o assunto.

Os nomes serão publicados no Jornal Oficial da União Europeia nos próximos dias.

Até agora, a UE impôs medidas limitadas, tendo como alvo 61 pessoas na Rússia e na Ucrânia, com congelamento de bens e proibição de viajar, bem como duas empresas de energia na península ucraniana da Crimeia anexada por Moscou no início deste ano.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

Reuters