Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Santos Dumont projetava casa em Glion

Vista de Montreux e a posição de Glion. (foto: http://www.swiss-riviera.com/glion/)

(swissinfo.ch)

Não se pode questionar o desejo de Santos Dumont construir uma casa em Glion-Montreux.

Com esse objetivo chegou a comprar na região um grande terreno que acabou sendo doado às autoridades locais. Dessa doação resta uma praça e uma fonte.

Conservado nos arquivos municipais de Montreux, um registro em cartório, diante de um tabelião, datado de 1952, dá conta de que “em 12 de outubro de 1945, os herdeiros de Alberto Santos Dumont doaram à Aldeia de Glion um terreno de 3052 metros quadrados, situado no local chamado “En Grandchamp” no território da Comuna de Montreux-Planches...”

Esse terreno fora destinado inicialmente à construção de uma casa nesse “oásis de paz” nos dizeres de Santos Dumont, que acabou não podendo realizar o projeto.

Fonte em homenagem ao pioneiro

As autoridades de Glion receberam permissão para vender essa parcela de terra (um pouco fora de mão), para “a compra e remanejamento, na Aldeia de Glion, de uma praça pública”.

O resultado é que hoje existe no vilarejo de Glion uma praça pública arborizada, de mais ou menos 30 x 20 m, com 10 bancos e uma fonte adequadamente qualificada de “modesta”. Fonte essa realizada em “homenagem a Alberto Santos Dumont” e ornada no topo com uma águia de asas abertas.

A águia é pequena e passa quase despercebida. O pequeno monumento lá está, porém, como sinal da passagem do célebre personagem pela região de Montreux.

swissinfo, J.Gabriel Barbosa

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.