Suíços são os que mais trabalham na Europa - depois dos islandeses

Dois técnicos florestais limpam a área depois de uma tempestade em fevereiro na Suíça central. Trabalhadores agrícolas e florestais em tempo integral fazem em média 45 horas por semana Keystone

Os trabalhadores em tempo integral na Suíça continuam entre os mais ativos da Europa - mesmo que a tendência seja de menos trabalho e mais feriados.

Este conteúdo foi publicado em 25. maio 2018 - 10:27
SDA-ATS

No ano passado, a semana média de trabalho dos funcionários em tempo integral foi de 41 horas e sete minutos, 15 minutos a menos do que em 2012, informou o Departamento Federal de Estatísticas  na quinta-feira. No mesmo período, a quantidade média de férias para esses trabalhadores subiu de 5,05 semanas para 5,14 semanas.

Em uma comparação internacional usando estatísticas do Eurostat, o órgão de estatísticas da União Européia, somente os trabalhadores em tempo integral na Islândia fazem mais horas. A França e a Finlândia encontram-se no fim da lista.

Quando divididos em setores, os agricultores em tempo integral e os silvicultores são os que mais trabalham na Suíça, totalizando 45 horas e 35 minutos por semana. Eles foram seguidos pelos empregados na indústria hoteleira (42 horas e 30 minutos), bancos e seguradoras (41 horas e 44 minutos).

No total, 7,8 bilhões de horas foram trabalhadas na Suíça em 2017, uma queda de 0,4% em relação ao ano anterior, embora o Departamento de Estatísticas tenha apontado que mais feriados haviam caído nos dias úteis do que em 2016. Não fosse isso, o saldo de horas teria sido 0,5% maior.



Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo