Ativistas tingem rio de Zurique de verde

Ativistas ambientalistas despejaram tinta verde no rio Limmat, que atravessa a maior cidade da Suíça, em protesto contra "o colapso iminente do nosso ecossistema".

Este conteúdo foi publicado em 11. setembro 2019 - 06:30
Cerca de 30 manifestantes desceram o rio verde brilhante no centro de Zurique, entre as pontes Münster e Rathaus Keystone / Unbekannt

A polícia continua investigando o incidente no centro de Zurique. Segundo informou o jornal NZZ, com base nas averiguações iniciais, a polícia da cidade disse que não havia perigo para o público. 

O grupo ambientalista Extinction Rebellion Zurich assumiu em sua página do Facebook estar por trás da ação para chamar a atenção para o "colapso iminente do ecossistema e do sistema tóxico no qual nos encontramos".

Cerca de 30 manifestantes desceram o rio verde brilhante entre as pontes Münster e Rathaus na terça-feira (10) em protesto. 

O grupo disse que o corante era "uranina inofensiva, que tem a toxicidade do sal de mesa". A uranina é um corante fluorescente solúvel em água, que é usado para testar vazamentos em paredes, tubos e tanques.

O grupo disse que realizará ações semelhantes em todo o país nos próximos dez dias. 

A polícia de Zurique disse que apresentou um relatório ao Ministério Público da cidade após investigar possíveis violações da lei de proteção da água.


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo