Navigation

Suíça elimina França na Copa Davis

A equipe suíça comemora com Federer a vitória contra a França. Keystone

Com duas vitórias, em simples, de Roger Federer, e a vitória em duplas (Federer e Marc Rosset) a Suíça derrotou a França por 3 a 2, classificando-se para as semifinais.

Este conteúdo foi publicado em 07. abril 2003 - 16:17

A próxima partida será em setembro, na Austrália.

A França é um grande país de tênis mas a Suíça tem em Roger Federer, o maior jogador de Copa Davis do mundo, atualmente. Até o maiores especilistas franceses concordaram que a Suíça mereceu a vitória, no final de semana, mesmo jogando na França.

Verdadeira equipe

Roger Federer não perde na Copa Davis há 9 partidas e 26 sets. Grande talento em simples e um dos raros atacantes do circuito, Federer tem jogado ainda melhor com o ambiente da Capa Davis, mais parecido com o futebol que ele também tanto aprecia.

O que acontece atualmente com a equipe suíça é um ambiente de grupo "excepcional e que precisa ser preservado", na própria opinião de Federer.

Com Marc Rosset como capitão e o francês Georges Deniau, como técnico, criou-se um verdadeiro espírito de equipe, algo difícil em um esporte tipicamente individual.

Austrália em setembro

Outro jogador suíço que se transforma na Copa Davis é George Bastl, que ocupa modesta classificação no circuito ATP (Associação de Tenistas Profissionais).

Outro sinal do ambiente atual na equipe suíça foi dado pelo terceiro jogador, Michel Kratochvil. Machucado e recentemete operado, ele fez questão de se sentar no banco de reservas, apoiado sobre duas muletas, para torcer pelos colegas na quadra.

Na Austrália, em setembro, a Suíça vai disputar a segunda semifinal da Copa Davis de sua história. Na primeira, em 1992, a Suíça eliminou o Brasil, em Genebra.

swissinfo

Breves

- A Suíça derrotou a França por 3 a 2, em Toulouse, região sudoeste

- Roger Federer marcou os 3 pontos para a Suíça (1, em dupla, junto com Marc Rosset)

- Federer não perde na Copa Davis há 9 partidas

- Semifinal será na Austrália, em setembro

- Em 1992, a Suíça eliminou o Brasil na semifinal, em Genebra

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?