Navigation

Brasil extradita para a Espanha autor de atentado em 1977

O espanhol Carlos García Juliá (à esquerda)é conduzido pela Polícia Federal do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 06. fevereiro 2020 - 19:40
(AFP)

O governo brasileiro extraditou nesta quinta-feira (06) para a Espanha o ultradireitista Carlos García Juliá, um dos autores do atentado conhecido como "matança de Atocha", ocorrido em Madri em 1977.

García Juliá, um dos responsáveis pelo ataque em que advogados comunistas foram assassinados, foi conduzido pela Polícia Federal no aeroporto de Guarulhos, constatou a AFP.

As imagens captadas mostram García Juliá vestindo uma calça e um casaco preto, enquanto carrega uma bolsa e uma sacola vermelha no estacionamento da delegacia da PF, escoltado à espera de uma van que o transportaria até o avião.

Não foi informado detalhes sobre o seu voo. No entanto, ele foi levado pouco antes da decolagem de um voo comercial com chegada prevista para às 06h15 (horário local) da sexta-feira (07) em Madri.

A PF tinha confirmado durante a manhã que a extradição estava programada para hoje.

"Não há lugar ou abrigo para terroristas no Brasil", escreveu à noite no Twitter o ministro da Justiça, Sérgio Moro.

García Juliá foi preso em São Paulo, em dezembro de 2018, onde trabalhava como motorista da Uber com uma identidade venezuelana falsa, com o nome de Genaro Antonio Materán Flores.

O Supremo Tribunal Federal (STF) havia autorizado em agosto do último ano a sua extradição, e no início deste ano o governo brasileiro notificou a Espanha, onde é esperado que cumpra mais de 10 anos de prisão.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.