Navigation

Equador se torna terceiro país latino com registro de coronavírus

A ministra da Saúde, Catalina Andramuno, participa de entrevista coletiva em Guayaquil afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 29. fevereiro 2020 - 15:50
(AFP)

O Equador reportou neste sábado seu primeiro caso de Covid-19, correspondente a uma equatoriana originária de Madri que se encontra em estado crítico, o que levou o país a se tornar o terceiro da América Latina afetado pela epidemia, depois de Brasil e México.

O anúncio foi feito pela ministra da Saúde, Catalina Andramuño, em Guayaquil. Ela assinalou que a paciente chegou ao país no último dia 14, sem apresentar sintomas, e está internada.

Segundo o presidente do Seguro Social, Paul Granda, a mulher teve contato com parentes antes de ser hospitalizada, motivo pelo qual cerca de 80 pessoas estão sendo acompanhadas de perto por autoridades sanitárias.

Diante da presença do novo coronavírus no Equador, país de 17,4 milhões de habitantes, grandes eventos em Guayaquil, centro comercial do país, e na localidade vizinha de Babahoyo serão suspensos, por medida de precaução.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.