Navigation

EUA já tem 529 mexicanos mortos por coronavírus

Lápides no cemitério metodista Linden, no Brooklyn, Nova York, com Manhattan ao fundo, em 7 de abril de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 24. abril 2020 - 23:23
(AFP)

O governo do México informou nesta sexta-feira (24) que já houve 529 mexicanos mortos por coronavírus nos Estados Unidos, em sua maioria em Nova York, o estado mais afetado pela doença no país.

O ministério das Relações Exteriores mexicano informou em comunicado que dos falecidos, 417 estavam em Nova York, 26 em Illinois e 25 na Califórnia. Os demais estavam em outros estados.

"O consulado americano mantém um contato próximo com as famílias das pessoas afetadas pela COVID-19 nesse país", disse o ministério.

O número de mortes pela pandemia do coronavírus nos Estados Unidos superou as 50.000 na última quinta, segundo o balanço da Universidade Johns Hopkins, usada como referência para o assunto.

De acordo com esse cálculo, foram registrados no país 50.031 mortes e 870.000 casos confirmados da COVID-19 desde o início da emergência de saúde global.

O México, por sua vez, registra 11.633 casos confirmados e 1.069 mortes.

Nos Estados Unidos vivem pouco mais de 12 milhões de pessoas nascidas no México, e cerca de 26 milhões de segunda ou terceira geração, ou seja, com ambos os pais nascidos em território mexicano.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.