Navigation

Farmácias americanas farão teste de COVID-19

Secretário de Saúde dos EUA, Alex Azar, anunciou que farmácias poderão realizar testes de COVID-19 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 08. abril 2020 - 23:00
(AFP)

Os Estados Unidos autorizaram nesta quarta-feira que farmácias realizem testes para o coronavírus, incluindo testes de anticorpos recém-desenvolvidos que detectam se uma pessoa que se recuperou da COVID-19.

O secretário de Saúde, Alex Azar, anunciou que todos os testes aprovados pelos órgãos reguladores poderão ser realizados pelas farmácias, já que o país busca aumentar seus esforços.

"O governo Trump tem o prazer de dar aos farmacêuticos a chance de desempenhar um papel maior na resposta ao COVID-19, ao lado de todos os heróicos profissionais de saúde da América", afirmou.

Um teste nasal pode detectar se uma pessoa atualmente tem o coronavírus. Após a recuperação, um outro teste verifica se o corpo desenvolveu anticorpos que combatem o vírus, mesmo que a pessoa nunca tenha apresentado sintomas.

Existem diferentes tipos de testes de anticorpos e ainda não se sabe se uma pessoa que possui anticorpos estará protegida contra infecções futuras.

Em Washington, nesta quarta-feira, um centro médico privado anunciou que estava oferecendo um teste sorológico de 15 minutos, a um custo de US$ 290.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.