Navigation

Carrefour entra na Suíça

A entrada do Carrefour aumenta a concorrência no mercado suíço Keystone

A abertura dos primeiros 11 hipermercados da Carrefour na Suíça irá trazer mais concorrência no setor varejista.

Este conteúdo foi publicado em 17. setembro 2002 - 18:08

Mais 10 hipermercados serão abertos nos próximos anos, afirma o diretor-geral Jean-Claude Burtin.

Segunda-feira, 16/9, foi oficializada a compra dos supermercados da rede Jumbo, pertencentes ao grupo suíço Maus Frères, por parte da rede francesa de supermercados Carrefour.

O gigante francês tem um faturamento mundial de 67 bilhões de dólares e é a segunda maior empresa do mundo no setor varejista, depois da americana Wal-Mart (US$ 235 bilhões). Ao todo, a Carrefour administra 9200 mercados em 30 diferentes países.

"Novos mercados"

"Queremos abrir mais dez hipermercados na Suíça", afirmou segunda-feira Jean-Claude Burtin, diretor-geral do Carrefour na Suíça, durante uma coletiva de imprensa em Zurique. Os novos centros de compras serão abertos sobretudo em Lucerna, Basiléia e Lausanne.

Migros e Coop dividem o mercado

A concorrência no mercado suíço de varejo era dominada até então por duas grandes redes: Migros e Coop. As duas empresas detém 70% do movimento nesse setor.

Migros, Coop e Denner: as três únicas redes de supermercado a atuarem na Suíça, dividem entre si um lucrativo mercado onde os preços estão além da média européia.

A margem de lucro das empresas não é muito elevada e a concorrência entre elas é grande. Porém, na competição interna não existiam até então empresas estrangeiras.

Pouca experiência no exterior

Nenhuma das grandes empresas suíças têm grande experiência de atuação em outros países. A empresa Migros tentou entrar, nos anos 90, no mercado austríaco e acabou tendo péssimos resultados.

Nessa época ficou claro para o público consumidor na Suíça que suas empresas eram insignificantes no mercado internacional. Migros tem um faturamento de apenas 13 bilhões de dólares e não chega a pertencer ao grupo das trinta maiores empresas varejistas.

Breves

"Queremos abrir mais dez hipermercados na Suíça", afirmou ontem Jean-Claude Burtin, diretor-geral do Carrefour na Suíça durante uma coletiva de imprensa em Zurique.

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?