Navigation

Força-tarefa suíça preparada para responder cartas ao Papai Noel

Keystone/Karl Mathis

Todos os anos, crianças e adultos escrevem milhares de cartas para o Papai Noel. As cartas são enviadas de toda a Suíça, sendo a Suíça francófona a mais entusiasmada, seguida pelas regiões de língua italiana e alemã.

Este conteúdo foi publicado em 05. dezembro 2017 - 11:49

A cada ano, 20 mil cartas chegam aos correios suíços, informou a empresa na segunda-feira (04). Para processá-las, uma equipe de funcionários em Chiasso, no cantão do Ticino, responde cada cartinha em nome do Papai Noel durante a temporada do Natal.

Nos últimos 60 anos, as cartas que se enquadram na categoria "incapaz de entrega" durante o Advento são encaminhadas para esta equipe postal especializada, que responde as cartas junto com um pequeno presente, desde que o endereço do remetente tenha sido dado.

No ano passado, as respostas foram enviadas para cerca de 96% das cartas endereçadas ao Papai Noel que foram recebidas pelos correios suíços. 295 respostas foram enviadas para crianças no exterior. Os desejos das crianças são muito variados. Em 2016, as cartas incluíam longas listas pedindo itens como Lego, consoles de jogos ou bicicletas, enquanto outras pediam ao Papai Noel coisas muito pessoais, como para que seus pais voltassem a ficar juntos ou para que não haja mais guerras.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.