Navigation

Protesto em mandarim

Os acionistas da Syngenta tiveram ontem, em Basileia, sua última assembleia. O grupo químico suíço foi comprado pelo grupo chinês ChemChina e deixará de existir como Syngenta. Os ativistas do Greepeace aproveitaram para denunciar a política do grupo, ativo especialmente na produção de pesticidas. O protesto foi na língua dos novos proprietários. Keystone


Este conteúdo foi publicado em 27. junho 2017 - 14:10
swissinfo.ch, swissinfo.ch/ts



Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.