Fórum Econômico Mundial de Davos adiado devido à Covid-19

A edição de 2021 do WEF teria sido a 51ª. Keystone / Alessandro Della Valle

A reunião anual do Fórum Econômico Mundial (WEF) do próximo ano foi adiada de seu tradicional encontro de janeiro, como resultado da pandemia de coronavírus. Os organizadores dizem que provavelmente ocorrerá no início do verão, já que os especialistas disseram que era perigoso demais realizar o evento em janeiro.

Este conteúdo foi publicado em 26. agosto 2020 - 17:00
swissinfo.ch/fh

Não está claro exatamente quando ou onde o fórum acontecerá, se é que vai acontecer. Os detalhes serão divulgados "assim que tivermos certeza de que todas as condições forem preenchidas para garantir a saúde e a segurança de nossos participantes e da comunidade anfitriã".

O WEF é o último de uma longa lista de grandes eventos econômicos, culturais e esportivos suíços a serem afetados pela Covid-19.

Em junho, os organizadores anunciaram um novo evento para janeiro, intitulado "The Great Reset" (O Grande Reinício). O evento deveria ser realizado só em parte em Davos, com muito menos pessoas presentes e com uma conexão virtual com 400 cidades no mundo inteiro.

"A decisão não foi tomada facilmente, já que a necessidade de líderes globais se reunirem para projetar um caminho comum de recuperação e moldar o 'Grande Reinício' na era pós-Covid-19 é tão urgente", acrescentou o WEF.

O Fórum Econômico Mundial diz que seu principal evento contribui anualmente com dezenas de milhões de francos tanto para Davos como para a economia suíça como um todo. Uma grande fatia do faturamento de muitos hotéis e restaurantes depende do fluxo anual de participantes ricos para a ocasião.

O fórum de 50 anos, realizado anualmente durante vários dias em Davos, uma estação de esqui nas montanhas suíças, atrai milhares de participantes de alto nível de todo o mundo.

O WEF começou como Fórum Europeu de Administração em 1971. Fundado pelo professor alemão Klaus Schwab, o fórum foi projetado para conectar os líderes empresariais europeus com seus homólogos nos Estados Unidos e oferecer formas de impulsionar os vínculos e resolver problemas.

É uma organização sem fins lucrativos com sede em Genebra e é financiada pelas diferentes taxas de inscrição de seus membros.

O fórum tomou seu nome atual em 1987, quando ampliou seus horizontes para fornecer uma plataforma para encontrar soluções para disputas internacionais. Como o fórum cresceu em tamanho e status nos anos 90, atraiu crescentes críticas de grupos antiglobalização, que criticaram o elitismo e o interesse próprio dos participantes.

Partilhar este artigo