Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Federer supera 2a. etapa em Melbourne

O mais duro está para chegar para R.Federer

(Keystone)

Roger Federer - n° 1 suíço e 11° mundial - avançou à terceira rodada do Aberto da Austrália, eliminando o húngaro Attila Savolt em 3 sets, parciais de 6-2, 7-5 e 6-4.

Roger Federer, vai bem. Depois de levar a taça do torneio de Sydney (Aus), conseguiu na quinta-feira, 17/01, sua sétima vitória consecutiva, tirando do "Australian Open", o húngro Attila Savolt (ATP 93).

Um alemão na 3a. rodada

Até o momento, o jovem suíço (20 anos) não perdeu um set sequer. Contra Savolt esteve a perigo na segunda fase, quando perdia de 3 "games" a zero. Deu a volta por cima, fechando 7-5 o set mais disputado da partida.

Federer não vai mais ter moleza. Enfrenta na terceira rodada, o alemão Rainer Schüttler - n° 41 na ATP, Associação dos Tenistas Profissionais - que conseguiu a proeza de eliminar Carlos Moyá, ex-vencedor desse torneio do Grand Slam, em Melbourne. Mas está confiante, depois da série de vitórias, diz ter aperfeiçoado pequenos detalhes que podem contar nas partidas.

Só restam 2 suíços em Melbourne

Com as derrotas de Emmanuelle Gagliardi para a australiana Cindy Watson e de Michel Kratochvil vencido pelo espanhol Alberto Martín, sobraram apenas Federer e Martina Hingis para defender as cores suíças no Aberto da Austrália.

Federer é um dos favoritos, com a verdadeira hecatombe dos representantes do top tem (os melhores dez), a começar por Lleyton Hewitt, Gustavo Kuerten. O n° 3 mundial, André Agassi, nem apareceu.

Um obstáculo para o jovem suíço pode ser Pete Sampras (EUA) que há bastante tempo não vence um torneio.

Quanto a Martina Hingis, ela também tem chances. Mas deve enfrentar jogadoras de gabarito superior e músculos mais desenvolvidos...

Swissinfo.


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×