Navigation

Ferrovia vai suprimir 1070 empregos até 2005

Ferrovia federal também suprime empregos Keystone

A companhia federal de estradas de ferro (CFF) vai suprimir 1070 empregos só no setor de manutenção nos próximos 5 anos. A decisão anunciada terça-feira, 04/7, caiu como uma bomba no meio sindical que afirma temer pela segurança do tráfego ferroviário.

Este conteúdo foi publicado em 04. julho 2000 - 16:53

A direção da empresa estatal afirma que estudou inclusive a possibilidade de privatizar o setor de manutenção mas decidiu finalmente mantê-lo. Resolveu então reestruturá-lo com o objetivo de economizar 20 p/cento das despesas com manutenção. A empresa garante que ninguém será despedido.

Atualmente, esses serviços são feitos em 30 oficinas espalhadas pelo país, com cerca de 4.700 funcionários e despesas totais de US 400 milhões de dólares por ano. Segundo a direção da Ferrovia Federal (CFF), o setor tem uma estrutura "obsoleta" e opera com "capacidade ociosa". A CFF tem 20 mil locomotivas e vagões e uma das malhas ferroviárias mais densas do mundo.

O Sindicato dos Ferroviários afirma que não foi consultado e que a medida pode "colocar em perigo" a segurança dos trens. Diz também que os baixos salários serão os mais prejudicados pela reestruturação e que a companhia deveria "buscar conquistar novos mercados ao invés de suprimir postos de trabalho".

swissinfo com agências.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?