Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Festival de Cinema Locarno vibrou entre glamour, estrelas e emoções

A 70ª edição do Festival de Cinema de Locarno chega ao fim. Durante 10 dias, a cidade no cantão do Ticino transformou-se na Meca do cinema. Entre momentos de emoção e momentos de tranquilidade, uma volta em imagens de alguns dos melhores momentos desta edição de aniversário.

Para comemorar seus 70 anos, o Festival de Cinema de Locarno se ofereceu quatro novas salas de exibição, três das quais estão no PalaCinema. A quarta é a do GranRex, renovado, que será transmitido todos os filmes históricos.

Adrien Brody e Fanny Ardant deram um toque de glamour ao festival no Lago Maggiore. O ator americano de 44 anos recebeu o Prêmio “Leopard Club”. Brody, que recebeu o Oscar de Melhor Ator aos 29 anos por seu papel em O Pianista, foi às lágrimas e agradeceu a seus pais, também presentes, pelo seu apoio.

Outro evento digno de Cannes: a presença da atriz francesa Fanny Ardant na quinta-feira. Ardant interpreta um transexual em "Lola Pater". Ela elogiou a atmosfera "incrível" do festival, onde o público e os profissionais têm acesso a obras-primas que nunca foram apresentadas nos cinemas das grandes cidades como Roma ou Paris.

O festival foi criado em 1946. A cidade, às margens do Lago Maggiore, foi a primeira a sediar um evento deste tipo depois do fim da guerra. Desde então, Locarno sempre foi uma vitrine para o cinema de autor independente e engajado.

Imagens: Keystone, Festival de Locarno

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.