Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

FIFA suspende envolvidos em caso de corrupção

(Keystone)

O Comitê de Ética da FIFA decidiu suspender provisoriamente os membros do Comitê Executivo da federação, Amos Adamu e Temarii Reynald, acusados de corrupção no processo de licitação para as Copas do Mundo 2018 e 2022.

A FIFA declarou na quarta-feira (20) à noite que os acusados serão suspensos provisoriamente, com efeito imediato, de todas as atividades ligadas ao futebol (administrativas, esportivas e outras) enquanto durar o inquérito. O Comitê de Ética considerou que a suspensão provisória foi necessária, tendo em conta a gravidade do caso e a probabilidade de violação dos estatutos, do código de ética e do código disciplinar da federação internacional de futebol.

Além disso, o Comitê de Ética examinou os casos de quatro funcionários - Slim Aloulou, Amadou Diakité, Ahongalu Fusimalohi e Ismael Bhamjee - também envolvidos na violação dos estatutos, código de ética e código disciplinar da FIFA com relação à licitação das Copas do Mundo. A comissão também decidiu suspender provisoriamente os quatro funcionários de tomar parte em qualquer atividade ligada ao futebol.

A FIFA também abriu um processo contra os dois membros do Comitê Executivo em 18 de outubro de 2010 e solicitou à Comissão de Ética que conduza uma investigação independente e aprofundada sobre o assunto. A Comissão de Ética se reunirá novamente em meados de novembro 2010 para tomar uma decisão final sobre o assunto, depois de reunir mais informações e provas sobre os seis casos.

"Tolerância zero"

"A decisão de suspender provisoriamente estes funcionários é plenamente justificada e não deve ser posta em causa. As provas apresentadas hoje nos levaram a tomar esta medida provisória, que consideramos fundamental para proteger a integridade do processo licitatório das Copas do Mundo da FIFA de 2018 e 2022. Estamos determinados a ter "tolerância zero" para qualquer violação do Código de Ética ", disse o presidente da Comissão de Ética, Claudio Sulser.

Finalmente, o Comitê de Ética decidiu abrir um inquérito sobre os acordos entre membros de confederações e seus comitês de licitação para a organização das Copas do Mundo de futebol de 2018 e 2022 A decisão sobre este caso também vai ser tomada pelo Comitê de Ética na sua reunião em meados de Novembro, após uma investigação aprofundada.

Denunciados pelo jornal

O inquérito da FIFA foi aberto depois que o jornal inglês “Sunday Times” de domingo (17) afirmou ter provas de casos de corrupção envolvendo representantes da federação propondo trocar apoio por dinheiro na votação dos países candidatos à organização da Copa do Mundo de 2018.

O jornal teria filmado Amos Adamu, membro nigeriano do comitê executivo, exigindo 750 mil dólares para apoiar uma suposta candidatura montada pelos jornalistas que se fizeram passar por lobistas de um consórcio americano desejoso em levar a organização da Copa de 2018 para os Estados Unidos.

Quanto a Reynald Temarii, vice-presidente da FIFA e presidente da confederação da Oceania, esse teria pedido mais de 2 milhões de dólares para a construção de uma escola de futebol em Auckland.

O que é?

A Federação Internacional de Futebol Associado (do francês: Fédération Internationale de Football Association), mais conhecida pelo acrônimo FIFA, é a instituição internacional que dirige as associações de futsal, futebol de praia (português europeu) ou futebol de areia (português brasileiro) e futebol associado, o esporte coletivo mais popular do mundo.

Filiada ao COI, a FIFA foi fundada em Paris em 21 de maio de 1904 e tem sua sede em Zurique na Suíça. A referência ao Football Association, decorre ao fato de na época de sua fundação existirem duas vertentes do futebol, uma controlada pela Football Association e outra controlada pela Rugby Football Union (que no futuro passaria a ser o rugby atualmente).

Ao todo possui 208 países e/ou territórios associados. Com esse número, é a instituição internacional que possui a segunda maior quantidade de associados, inclusive mais associados do que a Organização das Nações Unidas (ONU) e o Comitê Olímpico Internacional (COI), que possuem, ambos, 192 membros cada.

A Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) possui 212 membros. (Texto: Wikipédia em português)

Aqui termina o infobox


Links

×