Navigation

Políticos suíços dispensam segurança

Uma foto do presidente suíço este ano sozinho esperando o trem numa estação praticamente deu a volta ao mundo postada no Twitter. Mas essa não foi a primeira vez que um político suíço anda sem guarda-costas. (RTS/swissinfo.ch)

Este conteúdo foi publicado em 11. setembro 2014 - 11:00

Na Suíça, os sete ministros que formam o governo federal viajam, fazem compras, vão ao cinema ou praticam esportes tendo como proteção apenas os filhos. Isso ocorre porque a capital Berna é uma cidade pequena, mas também devido ao temperamento discreto dos políticos. Os ministros andam pelas ruas e até vão ao palácio federal de bicicleta.

Em 2007, houve uma exceção que causou controvérsia, quando o então ministro conservador Christoph Blocher  apareceu acompanhado por nove seguranças armados em um evento de seu partido.

Dois anos atrás, a então ministra das Relações Exteriores Micheline Calmy-Rey recebeu um bolo no rosto quando andava na rua. Porém, esse incidente não mudou seu hábito de andar sem guarda-costas. Nos últimos anos, no entanto, há um pouco mais de segurança em torno dos ministros suíços, mas não tem comparação com o praticado no estrangeiro, onde vários políticos tentam ficar incógnitos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.