Navigation

A colonização suíça vista pelos próprios imigrantes

A historiadora Gisele Sanglard conta um pouco da troca de correspondência entre os colonos suíços e o seu país de origem.

Este conteúdo foi publicado em 09. maio 2018 - 17:00
swissinfo.ch
Conteúdo externo

A história da imigração suíça no Brasil tem como marco inicial a fundação da colônia de Nova Friburgo, em 1819. A singularidade de Nova Friburgo se encontra no fato de ter sido a primeira empresa colonial contratada pelo governo português.

Gisele Sanglard, em sua obra “De Nova Friburgo a Fribourg através das letras: a colonização suíça vista pelos próprios imigrantes”, faz um convite a um retorno no tempo, para o período de constituição da colônia de Nova Friburgo através das cartas que os próprios imigrantes escreveram e que foram publicadas em um jornal suíço da época.

Através destas cartas pode-se perceber o encontro de dois mundos diferentes: o Velho e o Novo Mundo, além de encontrar com outros suíços que já estavam estabelecidos no Rio de Janeiro ou que aqui estavam se estabelecendo, mostrando toda a dinâmica do ir-e-vir de imigrantes, partícipes ou não de empresas migratórias. Percepção, informação e expectativa são a tônica dessas mensagens.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.