Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Más condiçõesde trabalho custam caro

(Keystone Archive)

Danos à saúde causados por más condições de trabalho custam de 6 à 12 bilhões de francos suíços (8 bilhões € ) por ano, na Suíça.

Os cálculos são de Secretarias do Trabalho e Saúde suíças, em estudo divulgado recentemente. O objetivo é prevenir os problemas de saúde ligados ao trabalho e
reduzir os gastos no futuro.

De acordo com Alain Kiener, chefe da seção Trabalho e Saúde do Ministério da Economia, 30 à 40% dos pacientes sofrem de problemas ligados às condições de trabalho.

Carga Horária e estresse

Segundo especialistas, a carga excessiva de trabalho e o desrespeito do ritmo biológico aumenta o risco de doenças coronárias em 40%. Importante destacar que na Suíça, 25% da população ativa afirma que trabalha demais.


As doenças cardiovasculares chamam mais atenção por decorrerem do estresse, pelo alto custo e serem pela a primeira causa de morte na Suíça.

Agentes cancerígenos e fadiga

Na Suíça, o câncer é responsável por 500 mortes por ano. De acordo com os estudos, de 4 à 10% das causas são ligadas ao trabalho em ambientes expostos a agentes cancerígenos.

Doenças mentais como depressão, desgaste psicológico ou fatiga no trabalho poderão custar 75 milhões SFr (51milhões €) por ano.

Invalidez

Na Suíça, os problemas musculares também são uma grande preocupação porque aumenta entre a população ativa.

Os casos de lombalgia aumentaram 7% em 14 anos. Doenças ósseas e do sistema locomotor são responsáveis por 31% dos novos casos de invalidez.

Depois do levantamento, a prioridade será coordenar o trabalho das Secretarias em parceria com a Fundação Suíça para a Promoção da Saúde.

swissinfo com agências


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×