Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Arnold Odermatt - "Hora livre" De um simples policial do interior a festejado fotógrafo

Quando o animador cultural Harald Szeemann descobriu, em 2001, as fotografias de Arnold Odermatt e concebeu a exposição "Karambolage" para a 49a. Bienal de Veneza, o ex-policial se tornou um conhecido artista aos 76 anos de idade. Uma grande exposição em Zurique apresenta seu trabalho.

Arnold Odermatt, nascido em 1925 no vilarejo de Stans, trabalhou de 1948 a 1990 como policial no cantão de Nidwalden. Nas horas livres gostava de fotografar. Com o tempo, começou a aliar o trabalho com o hobby. Os acidentes de trânsito, por exemplo, eram fotografados por ele como obras de artes. Suas imagens são marcadas pela clareza e mostram toda a sua experiência de policial. Na prática, elas serviam como material de prova para os tribunais.

No início dos anos 1990, o filho de Odermatt, o conhecido diretor de cinema e teatro Urs Odermatt, descobriu várias das fotos do pai no sótão de casa. Ele reconheceu o seu valor artístico e organizou, assim, a primeira exposição. Ela foi muito bem recebida pelo público e críticos de arte.

Depois da exposição em Veneza, outras foram organizadas em várias partes do mundo. Desde então, o filho é o curador das mais de 60 mil fotos realizadas pelo ex-policial. Depois dos livros "Karambolage" (2001), "Im Dienst" (2006) e "In Zivil" (2010), agora mais um acaba de ser publicado: "Feierabend – Après le boulot – After work”, dessa vez dedicado às imagens tiradas por Arnold Odermatt como fotógrafo da localidade, atividade que exercia nas horas livres.

(Texto: Christoph Balsiger, Bilder:  ©Urs Odermatt, Windisch)