Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Seguradoras planejam cobertura contra terror

Swiss Re, 2a. maior do mundo em resseguros

(Keystone)

Três grandes companhias européias da área de seguros - Allianz, Munich Re e Swiss Re - projetam cobrir riscos em caso de ataques terroristas.

O gigante alemão, Allianz, teve a idéia. Swiss Re - a segunda maior companhia do mundo em resseguros - e Zurich Financial Services (ZFS) também participam das negociações.

O filão pode ser interessante porque - desde os atentados de 11 de setembro contra o World Trade Center, de Nova York - já não se encontra seguradora disposta a cobrir riscos de ataques terroristas contra instalações sensíveis como centrais nucleares, plataformas petrolíferas, oleodutos e barragens (Assuã, Itaipu...) .

Apelo ao Estado

No entanto, segundo assinala Detlev Bremkamp, membro da direção da Allianz, não há nada de concreto. Ele estima que o empreendimento só pode ser realizado com participação do Estado.

Swiss Re também acha que as seguradoras apenas poderiam complementar iniciativa do Estado no setor. E realça: "Terrorismo só é assegurável em nível limitado. Swiss Re aconselha, portanto, que governos e seguradoras colaborem na busca de soluções".

Resta saber se o Estado está disposto a entrar nessas negociações...

swissinfo com agências.


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×